ÚLTIMAS

1 1272
O Natal que se aproxima é uma data penosa para centenas de milhões de cristãos chineses. Um enorme número de convertidos nos últimos anos está a transformar a China na maior Nação da Cristandade – mas, tal como nos dias da Roma Antiga, os cristãos têm de praticar a sua fé escondidos das autoridades.

0 553
É, até agora, o ‘dossier’ pior gerido por parte do Executivo de António Costa. A demora a encontrar uma solução definitiva para que a CGD materialize o seu processo de recapitalização e de reestruturação negociado com Bruxelas está a deixar as agências de ‘rating’ nervosas. O que se passa no banco público poderá ter uma influência directa na nota que lhe é atribuída, o que condicionará o seu futuro, já que é determinante no acesso ao crédito.

0 1263
A mentira, de vários comentadores e dirigentes políticos, sobre o peso das pensões, sobre a despesa do Estado e sobre o Produto interno Bruto tem sido uma constante no espaço público de discussão. Impõe-se repor a verdade.

1 674
A “aldeia mais portuguesa de Portugal” homenageia todos os que tombaram no campo da Honra.

4 1157
O Executivo de António Costa está a preparar as eleições autárquicas com várias medidas eleitoralistas que vão cair em cima da ida às urnas. Do aumento das pensões à promessa de novas admissões na Função Pública pela integração de precários, passando pelo subsídio de refeição dos funcionários públicos, o Governo da geringonça concentrou tudo no período eleitoral.

1 2125
Para muitos portugueses, o dia da Restauração é um dia fundamental para a Nacionalidade. Para outros, é pouco mais do que um feriado. E dir-se-ia que a maioria nem sabe o que se celebra.

CARTAS DE LONDRES

JOÃO PEREIRA
11 POSTS0 COMENTÁRIOS

COM TODA A NATURALIDADE

0 379

0 389

MANUEL SILVEIRA DA CUNHA

A VIA LUSÓFONA

CULTURA E HISTÓRIA

1 3177
Os estudos históricos não deixam dúvidas: Portugal “enriqueceu” mas manteve-se de facto pobre durante as chamadas “épocas de ouro”. O eldorado prometido não existe, o dinheiro fácil de obter também facilmente se gasta, e só com recurso à produção nacional pode Portugal ser rico.

1 39335
Os espanhóis ficam, em média, com mais 580,44€ do que um português para se governarem durante o mês – e ainda gastam menos dinheiro a adquirir os produtos essenciais para viver.

1 1922
Durante a vigência da “democrática” III República, os portugueses nunca tiveram direito a votar sobre qualquer assunto europeu.

CAPA

SIGA-NOS