Preocupação nos Açores

Preocupação nos Açores

0 434

A Ordem dos Enfermeiros afirma que os serviços prestados nos centros de saúde dos Açores podem entrar em ruptura com a contratualização de camas para cuidados continuados, reiterando que há um défice de profissionais de enfermagem no arquipélago.

“Temos vindo a afirmar e a demonstrar, desde o início deste mandato, que existem unidades de saúde na Região Autónoma dos Açores para as quais urge a colocação de mais profissionais de enfermagem por se encontrar em risco a segurança e a qualidade dos cuidados de enfermagem prestados”, considera a secção regional da Ordem, em comunicado.

Os enfermeiros avisam, por isso, que o previsível aumento do número de utentes, “com dependência de cuidados, em unidades de internamento já de si carentes de horas de cuidados de enfermagem, poderá levar a uma ruptura dos cuidados de enfermagem prestados, com sérias consequências para a população”.

Em causa está uma resolução do Governo Regional, publicada na última semana, que autoriza a contratualização de camas nos internamentos dos centros de saúde das ilhas para cuidados continuados com os médicos dessas unidades.

ARTIGOS SIMILARES