Declaração MIL de protesto à FIFA e lançamento da “Nova Águia” 15

Declaração MIL de protesto à FIFA e lançamento da “Nova Águia” 15

0 726
RENATO EPIFÂNIO

1. De forma incompreensível, a FIFA (Fédération Internationale de Football Association) retirou os conteúdos em língua portuguesa da sua página oficial, ficando apenas disponíveis os serviços em inglês, castelhano, francês, alemão e árabe.

Numa mensagem intitulada “Do Brasil à Rússia”, o organismo máximo que rege o futebol mundial despede-se dos momentos vividos no Brasil em 2014, deixando a promessa de futuros conteúdos em russo, devido ao próximo campeonato do Mundo.

Nada tendo contra a Rússia, cuja importância da Língua e Cultura deve ser respeitada e reconhecida, reclamamos a imediata reposição dos conteúdos em língua portuguesa, dada a importância da Lusofonia à escala global – decerto, bem maior do que a língua francesa ou alemã, e muito mais dispersa geograficamente do que a língua castelhana ou árabe.

2. Será no dia 17 de Abril, ao final da tarde, no Palácio da Independência, em Lisboa, no corolário de um Colóquio sobre “O Pensamento e a Obra de Ariano Suassuna”, promovido pelo Instituto de Filosofia Luso-Brasileira, a começar às 14h30, em que intervirão, sucessivamente: António Braz Teixeira, sobre o Teatro; Constança Marcondes César, sobre o Romance; Manuel Cândido Pimentel, sobre a Teoria Estética; António Cândido Franco, sobre a Poesia; José Almeida, sobre o Movimento Armorial; Manuel Gandra, sobre o Sebastianismo; Paulo Dias Oliveira, sobre o Integralismo; Pedro Sinde, sobre “A Compadecida”; e Renato Epifânio, sobre Ariano Suassuna e Agostinho da Silva. Às 18 horas, haverá um pré-lançamento da obra “Olhares luso-brasileiros”, de Constança Marcondes César, bem como da obra “A Obra e o Pensamento de Eudoro de Sousa”, o mais recente título da Colecção “Nova Águia”.

Finalmente, apresentaremos o décimo quinto número da nossa revista, que, conforme antecipámos em devido tempo, terá como destaques: o centenário de “Orpheu”, essa revista que, não obstante a sua brevidade, marcou profundamente o panorama cultura da época; o centenário da “Arte de Ser Português”, essa obra tão emblemática dos desígnios da Revista “A Águia” e do Movimento da “Renascença Portuguesa”; e as Comunicações proferidas na I Conferência Cabo-Verdiana “Filosofia, Literatura e Educação”, promovida pelo MIL na Universidade de Cabo Verde, a 18 e 19 de Outubro de 2013, em parceria com esta Universidade e com o Instituto Camões.

3. Últimas sessões de apresentação da “Nova Águia” 14: 19 de Março – 15h30: Biblioteca Municipal de Portimão; 17h30: Biblioteca Municipal de Albufeira | 21 de Março – 17h00: Recreios da Amadora | 24 de Março – 18h30: Centro Regional do Porto da Universidade Católica Portuguesa.