O crime não compensa

PAULO FERRERO

Diz quem sabe que 1981 foi um dos anos mais violentos na história de Nova Iorque (não por acaso Carpenter rodou nesse mesmo ano “Nova Iorque 1997”, em que a ilha de Manhattan era a prisão, o gueto murado, de todos os seus meliantes), a que não terá sido estranha a ascensão do ‘crack’.

Seja como for, Jeffey Chandor agarrou nesse ano para nos dar mais um dos seus magníficos filmes, o seu terceiro, agora uma parábola sobre as grandes esperanças de Abel Morales, um emigrante colombiano, que tem como sonho americano uma Nova-Iorque a seus pés.

E se no primeiro filme daquele jovem realizador, o protagonista era asfixiado pela teia da alta finança, e no segundo eram o oceano e os elementos quem ameaçava a sobrevivência do navegador solitário, neste “Um Ano Muito Violento”, a personagem central luta desesperadamente (quase sempre de impecável e resistente sobretudo pêlo-de-camelo) por escapar ao jugo da corrupção e do gangsterismo militante, típico da actividade-negócio em que está metido (os derivados do petróleo).

Mais uma vez, Chandor filma a iminência do naufrágio da sua personagem central (uma enormíssima interpretação de Oscar Isaac – há ali qualquer coisa de Pacino), que lhe vai resistindo calma e estoicamente, sem pânico, no equilíbrio de fio-de-navalha, entre razão e emoção, e onde se comprova a velha máxima: “por detrás de um grande homem está sempre uma grande mulher” (e que Jessica Chastain!).

Um cinema minimalista, físico e elegante, em que a reconstituição de época (material e imaterial) e a encenação e os diálogos são fundamentais, um cinema onde valem os gestos, as expressões do rosto e o olhar. Ou como com um argumento linear e uma história simples se faz bom cinema, sem precisão das grandes parangonas e das 3-D. Não esquecer a assombrosa fotografia (também assente no tom pastel) de Bradford Young, e a música de fundo, a lembrar Badalamenti, de Alex Ebert.

Moral da história? “I have always taken the path that is most right”, Abel ‘dixit’.

  • Título original:A Most Violent Year
  • Realizador: J.C. Chandor
  • Com: Oscar Isaac, Jessica Chastain, David Oyelowo
  • EUA, 2014, 125 min.
  • Estreia: 5 de Fevereiro de 2015.

ARTIGOS SIMILARES