O Desaparecimento de Eleanor Rigby

O Desaparecimento de Eleanor Rigby

0 731
Um casal na prova dos nove

PAULO FERRERO 

Só quem a vive, à perda, o pode ter, ao sentimento dela, e aquilatar do drama daquela e de quão terrível este pode ser. E é do sufoco desse labirinto pessoal, tantas vezes intransmissível, que nos dá conta “O Desaparecimento de Eleanor Rigby: Eles”, o filme-estreia de Ned Benson, feito história de amor com “A”.

Um amor por vezes involuntariamente tortuoso, fruto de um complexo de culpa imaginário e recíproco, num filme que é um ‘puzzle’ de detalhes e delicadezas, onde nem interessa saber bem o porquê das várias pontas soltas do enredo, o que interessa mesmo é cuidar daquele casal, “deles”, dele e dela, e resgatá-los aos destroços da/s célula familiar.

Neste melodrama, que bem podia ter saído da “Nouvelle Vague”, nunca a narrativa envereda pela linearidade vulgarmente clássica nem a câmara acusa o plano fácil e já visto, apesar de estar sempre presente um nó no estômago de quem assiste ao desenrolar dos acontecimentos inevitáveis, que se vão sucedendo, dolorosamente.

Torce-se por um desfecho feliz para aquelas personagens, tão reais e tão ricas, e que tão bem o merecem. Sobre outros merecimentos, refira-se que deve vir por aí outra nomeação para Óscar a caminho de Jessica Chastain, completamente merecida, aliás, a uma actriz que é de facto extraordinária e de cujo rosto fresco a objectiva é incapaz de descolar.

Dele, Jim McAvoy, não se pode dizer que destoe assim tanto da parceira, até porque funcionam na perfeição como casal, mesmo assim, porém, destoará sempre muito mais do que a fotografia de Christopher Blauvelt ou a banda sonora de Son Lux, ambas, tal como a ruiva, excepcionais.

William Hurt faz um solilóquio dos seus, e à Huppert é-lhe destinado um dos ‘clichés’ preferidos pelos americanos: o da francesinha atrevida, sistematicamente de copo na mão e formatada pelo Maio de 68, sendo este talvez o único senão do filme.

Porém, é um mero detalhe, pelo que no final só há razões para termos boas expectativas para o próximo filme de Ned Benson!

  • Título original: The Disappearance of Eleanor Rigby
  • Realizador: Ned Benson
  • Com: Jessica Chastain, James McAvoy, Bill Hader, William Hurt, Viola Davis, Isabelle Huppert, Li Jun Li
  • EUA, 2013, 89 min.
  • Estreia: 27 de Novembro de 2014.

ARTIGOS SIMILARES