Sociedade

Sociedade

0 368
A Assembleia da República e o Governo não têm legitimidade para legislar sobre a Língua Portuguesa, que agora é a Língua oficial de nove Estados soberanos, e não apenas de Portugal e do Brasil.

0 328
Em Economia há matérias que, por serem demasiado evidentes, deveriam gerar um consenso nacional. Enumero algumas dessas matérias, elegendo o crescimento da Economia como o mais óbvio desafio da actual conjuntura económica portuguesa, sem o que dificilmente resolveremos os outros desafios, como o investimento, a dívida, a sustentabilidade da Segurança Social ou a eliminação da pobreza. Resta pois saber o que poderemos fazer para melhorar substancialmente o crescimento da Economia portuguesa.

0 956
Em 1938, o Presidente do Conselho, Oliveira Salazar, conseguiu pôr fim às graves dificuldades financeiras em que viviam a nora e a neta de Camilo Castelo Branco, afligidas “pela mais negra das misérias”. Duas décadas mais tarde, o governante salvou da dispersão um precioso lote de cartas do grande escritor de S. Miguel de Seide.

0 3224
As notícias provindas da Venezuela retratam um cenário negro: ditadura socialista, caos social, fome, miséria. Mas até há poucos meses o regime fundado por Hugo Chávez tinha um verdadeiro batalhão de apoiantes ferrenhos nos meandros da esquerda portuguesa. Onde andam? Será que, por “alguma razão”, já não estão dispostos a defender a gloriosa “revolução bolivariana”? Um mistério.

0 900
Em duzentos anos, muito pouco mudou na relação do Ministério das Finanças com o País. E continuamos à espera de ver cumprida a frase que todos os ministros repetem: “Não se governa com ilusões”…

3 1598
A política portuguesa da actualidade parece basear-se na habilidade semântica e nos jogos de palavras. Em tempos todos falávamos a mesma Língua: “austeridade” era “austeridade”, “perdão fiscal” era “perdão fiscal”. Agora vivemos no reino do eufemismo...

2 12028
Embora os políticos continuem a brincar com estatísticas há mais de 40 anos, a dura e crua realidade é que, quando se considera o custo de vida e a pesadíssima carga fiscal, os portugueses já vivem essencialmente com o mesmo dinheiro que os cidadãos do antigo bloco de Leste. Em alguns casos até com menos...