Marcelo exige verdade completa sobre Tancos

0
1525

Marcelo Rebelo de Sousa continua a reclamar o esclarecimento integral do desaparecimento de material de guerra em Tancos. Um ano depois dos acontecimentos, o PR garante que o caso não vai cair no esquecimento.

O Presidente da República já mais do que uma vez tinha referido possuir uma memória de elefante, e veio agora assumir uma posição de autoridade numa matéria grave.

Tradicionalmente, em Portugal, este tipo de problemas acaba por originar um mero inquérito, que se arrasta no tempo até ser esquecido. Mas o actual Presidente de República veio recusar que, depois de logo na altura do roubo ter dito que os portugueses mereciam conhecer a verdade completa sobre Tancos, deixar o caso ser varrido para debaixo do tapete.

Um ano depois do roubo, uma nota de Belém frisava que o Presidente da República insiste no apuramento integral sobre o desaparecimento de material de guerra em Tancos, considerando essencial o papel do Ministério Público.

“O Presidente da República reafirma, uma vez mais, a sua posição de querer ver apurados integralmente os factos e os seus eventuais efeitos jurídicos e criminais, para os quais é essencial o papel do Ministério Público”, refere a nota, disponível no ‘site’ da Presidência, referindo que se um ano passou já sobre os factos.

Marcelo acaba por deixar um alerta ao Ministério Público sobre a necessidade de, num caso desta gravidade, se ter uma investigação mais expedita, possibilitando o apuramento da verdade total em tempo útil.

  • Leia este artigo na íntegra na edição impressa desta semana.