Carlos Guimarães Iniciativa Liberal: “Queremos ser o PAN dos contribuintes”

0
601

“O país não é só difícil para novos partidos, é difícil para novas empresas e para novos conceitos de negócio. Qualquer inovação encontra sempre obstáculos colocados pelos poderes instalados” – diz o líder da Iniciativa Liberal, em resposta a um questionário d’O Diabo. Carlos Guimarães Pinto diz que a campanha para as legislativas terá pequenas afinações, “mas no essencial continuaremos a focar-nos no mesmo princípio de rebeldia responsável. Continuaremos a inovar na comunicação e na forma de fazer política”. O líder da IL defende que um partido é uma alavanca de divulgação de ideias, e revela que por vezes diz a brincar: “queremos ser o PAN dos contribuintes”.

Ficaram surpreendidos com os resultados que obtiveram nas Europeias?

Esta foi a primeira participação da Iniciativa Liberal em eleições. Apesar de a meta estabelecida ter sido ambiciosa, eleger um representante. Não temos ilusões: se o conseguíssemos, seríamos o primeiro partido nos últimos 30 anos a eleger um representante logo nas primeiras eleições a que concorre. Podíamos ter optado por um caminho mais fácil, convidar uma figura mediática ou um histórico do sistema político, mas somos um partido de ideias. Mesmo que o caminho, que definimos, seja mais difícil, queremos que as pessoas votem em nós por trazermos um conjunto de ideias que terão um impacto positivo no país, não por termos uma cara conhecida. Não conseguimos eleger, mas sentimos que as ideias passaram. Existiu um crescimento nas redes sociais e um aumento da notoriedade do partido.

Tinham uma campanha de marketing inovadora, com ‘outdoors’ que chamavam a atenção, mas depois os votos escassearam. O que falhou?

Existe um indicador que nos permite avaliar esta campanha. O facto de o nosso resultado ter sido mais do dobro da média dos novos partidos, que se apresentaram a eleições nos últimos 20 anos sem a alavanca de um líder mediático. Houve 10 partidos nessas condições e apenas um, o PAN, teve um resultado ligeiramente melhor na primeira eleição. Vendo onde chegou o PAN, parece-me um início auspicioso. A Iniciativa Liberal é um projecto de longo prazo, nesta campanha já demos um passo enorme para que mais pessoas conheçam o partido.

• Leia este artigo na íntegra na edição em papel desta semana já nas bancas