Espanha e Itália deixam Portugal em perigo de bancarrota

0
1613

As actuais crises políticas e económicas que se vivem em Itália e em Espanha podem vir a afectar seriamente Portugal, avisa o FMI, que deixa claro que se o País ceder a pressões para atenuar as reformas pode prejudicar seriamente o seu crescimento.

Segundo comunicado do FMI após mais uma missão no País, “o abrandamento do crescimento na Zona Euro afectaria significativamente Portugal, uma economia aberta cujas exportações aumentaram com sucesso a sua presença nos mercados internacionais. Dado o ainda elevado endividamento da economia, surpresas nas taxas de juro podem ter impacto na actividade”.

O Fundo defende assim que Portugal deve aproveitar as poupanças para reduzir desde já a sua dívida pública, e antecipar as poupanças que estão previstas no Programa de Estabilidade, enviado em Abril para Bruxelas, já para 2019.

Desde o início da passada semana que as taxas de juro em Itália e em Portugal começaram a subir. No caso português, por simpatia com a grave situação política em Itália que está a levar os investidores a não confiarem no país, ou seja a uma fuga de capitais.

  • Leia este artigo na íntegra na edição impressa desta semana.