Marques Mendes, por favor!

0
570

oO psico-drama do PSD já passou pela “fase surpresa”, pela “fase surpresa boquiaberta”, pela “fase surpresa incrédula”, pela “fase indignação”, pela “fase revolta”, pela “fase albarde-se-o-burro-à-vontade-do-dono” e pela “fase deixa-que-ele-cai-de-maduro”.

Mas como já se percebeu que o autismo é o verdadeiro problema de Rui Fernando da Silva Rio, o melhor é ignorá-lo de todo e preparar o futuro como se o cavalheiro não existisse. Porque ele, realmente, não existe no futuro que urge preparar.

Está aí Você, Marques Mendes, que não me deixa mentir: tem acompanhado desde o início este caso clínico, não se tem cansado de dar conselhos a Silva Rio, avisos que a criatura dispensa e despreza, semana após semana. Reconheça que não houve uma só vez, em quase um ano, em que aquele homem acertasse. Sempre tiro na água. Ou no pé.

• Leia este artigo na íntegra na edição em papel desta semana já nas bancas