Vergonha? Vergonha foi o que o PS fez nos últimos anos!

0
6260

Carlos César disse ao País que o PS tinha vergonha do caso Sócrates. Mas então o que andaram a fazer os 121 deputados socialistas que supostamente tinham a função de fiscalização da actividade do Governo? Com o Partido Socialista a tentar limpar-se do cataclismo que foi a governação Sócrates, é importante relembrar o apoio que deram ao actual arguido da ‘Operação Marquês’, mesmo quando a imprensa já denunciava indícios fortíssimos de corrupção.

O silêncio sepulcral que se instalou no Partido Socialista nos últimos três anos em relação ao caso José Sócrates foi finalmente quebrado.

Desde a detenção do antigo primeiro-ministro que António Costa manteve as suas hostes em silêncio em relação a todo o caso, mas a onda de escândalos que envolve o infame XVII Governo Constitucional de Portugal tornou-se demasiado grande.

Em causa está o anúncio de que a Justiça está a investigar cerca de 1,2 mil milhões de benefícios indevidos que Manuel Pinho (o ministro que ficou célebre pela cena parlamentar dos “corninhos”) alegadamente deu à EDP a mando de Ricardo Salgado.

Em troca, o antigo líder do BES não só transferiu para o bolso do governante — através de uma offshore — uma quantia que todos os dias parece aumentar (pelas últimas contas, foram mais de três milhões de euros) como ainda lhe prometeu uma reforma de 61 mil euros mensais escassos dias antes de Pinho deixar o cargo de administrador do BES para ir para o poleiro.

Foi, no entanto, necessário que o PSD tomasse a iniciativa de chamar o antigo ministro ao Parlamento para responder aos deputados da Nação (através de uma moção que o Bloco de Esquerda, sempre oportunista, rapidamente apoiou) para o PS finalmente reagir ao perigo.

  • Leia este artigo na íntegra na edição impressa desta semana.