Pingue-pongue entre partidos

0
662

A pré-campanha eleitoral para as europeias de Maio já está a aquecer o discurso dos candidatos, num pingue-pongue entre partidos bastante duro. Pragmática, a Comissão Europeia tem outras preocupações e fez um aviso genérico que cai fundo em Portugal, onde cada rotunda está carregada de ‘outdoors’ de propaganda política.

AComissão Europeia pediu aos partidos para divulgarem as fontes e os montantes de financiamento das campanhas na internet para as eleições europeias, de final de Maio, visando aumentar a transparência para os eleitores. Em comunicado, Bruxelas apela “aos partidos nacionais para que assegurem a transparência sobre as fontes e os montantes de financiamento da propaganda ‘online’ durante a campanha eleitoral para o PE”.

A CE insta, assim, os partidos e fundações políticas, bem como as organizações das campanhas, a “garantir que os cidadãos possam reconhecer facilmente as mensagens políticas pagas na internet, bem como o partido, a fundação ou a organização por detrás das mesmas”. Segundo Bruxelas, devem ainda ser disponibilizadas “informações sobre os gastos com actividades ‘online’ nos ‘sites’” dos partidos e fundações políticas.

Para transmitir estas recomendações, a comissária europeia Věra Jourová, responsável pelas áreas de Justiça, Consumidores e Igualdade de Género, escreveu aos partidos políticos de cada Estado-membro e pediu-lhes ainda para estarem “preparados para enfrentar ataques cibernéticos”, respeitando sempre “as regras europeias de protecção de dados”.

• Leia este artigo na íntegra na edição em papel desta semana já nas bancas