Voto útil vai valer.

0
683

A importância de votar
Os resultados das eleições legislativas do próximo dia 6 de Outubro vão ter uma importância crucial para o futuro da direita portuguesa, assim considerado (para este efeito) todo o espectro político à direita do Partido Socialista.

Não sendo dispiciendo ler (ou ter lido) os vários artigos que Henrique Neto publicou nas páginas do nosso jornal sobre a governação socialista, há muitas e variadas razões para perceber que nada está perdido; seria penoso enumerá-las exaustivamente, mas vamos apontar algumas.

O governo de António Costa
Em primeiro lugar, a posição cimeira a que o PS se alcandorou, desta feita por caminhos ínvios, bem diferentes daqueles que foram apanágio de todos os seus anteriores líderes, que sempre chegaram ao poder através de claras vitórias eleitorais.

António Costa nunca ganhou eleições legislativas mas, à semelhança da forma como atingiu a liderança do partido (afastando António José Seguro), tornou-se Primeiro-Ministro através de um habilidoso esquema de alianças à esquerda, negociando separadamente com o Partido Comunista e o Bloco de Esquerda, mas sem nunca se sentar à mesma mesa com ambos, simultaneamente.

• Leia este artigo na íntegra na edição em papel desta semana já nas bancas