A Via Lusófona: 25 de Novembro: Colóquio “O Magistério de Olavo de Carvalho”

0
369

Sociedade de Geografia de Lisboa | Sala Algarve (entrada livre)

10h00 | SESSÃO DE ABERTURA
Luís Aires de Barros (Sociedade de Geografia de Lisboa)

 
Renato Epifânio (MIL: Movimento Internacional Lusófono & NOVA ÁGUIA: Revista de Cultura Para o Século XXI)

Abel Lacerda Botelho (Fundação Lusíada)

 
Armando Marques Guedes (CEDIS: Centro de I&D sobre Direito e Sociedade da Universidade Nova de Lisboa)

10h30 | PAINEL I
O TRABALHO DE OLAVO DE CARVALHO SOBRE O PENSAMENTO PÓS-MODERNO | João Maurício Brás

 
OLAVO DE CARVALHO COMO EXEMPLO PROVECTO DO AUTO-DIDACTISMO | Luís Pires dos Reys

 
A EXPERIÊNCIA DO ESPANTO ANTE O NOVO E O DESVELAMENTO DA VERDADE NA MINHA LEITURA DE OLAVO DE CARVALHO | António Vieira

 
A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO LITERÁRIO NA FILOSOFIA DE OLAVO DE CARVALHO | Artur Silva

 
OLAVO DE CARVALHO E A DIMENSÃO RELIGIOSA: ALGUMAS QUESTÕES | Pedro Sinde

 
O MAGISTÉRIO CATÓLICO DE OLAVO DE CARVALHO | Juliana Rodrigues

12h30 | ALMOÇO

14h00 | PAINEL II
O MUNDO LUSÓFONO E A AMBIGUIDADE DO OCIDENTE | Alexandre Franco de Sá

 
A TENSÃO “NACIONAL – INTERNACIONAL”, NO EXERCÍCIO DE PENSAMENTO PROFUNDO, A PRETEXTO DO EXEMPLO DE OLAVO DE CARVALHO | Manuel Rezende

 
A ANÁLISE DA CRIPTO-IDEOLOGIA POPULISTA CONTEMPORÂNEA | Gabriel Guimarães e Riccardo Marchi

 
A LEITURA DO PENSAMENTO FILOSÓFICO-POLÍTICO DE ERIC VOEGELIN POR OLAVO DE CARVALHO | Pedro Velez

 
LIVRE PENSAMENTO E LIBERDADE DE EXPRESSÃO E DE IMPRENSA. UMA AVALIAÇÃO COMPARATISTA ENTRE PORTUGAL E BRASIL A PROPÓSITO DO EXEMPLO DE OLAVO DE CARVALHO | António Abreu

 
LIBERALISMO, POSITIVISMO E MARXISMO: A INFILTRAÇÃO IDEOLÓGICA NO DIREITO PÚBLICO BRASILEIRO E O PENSAMENTO DE OLAVO DE CARVALHO | Amauri Saad

16h00 | INTERVALO

16h15 | PAINEL III
OLAVO DE CARVALHO COMO FILÓSOFO – UMA ABORDAGEM INTEGRAL | Mário Chainho

 
REAVIVAMENTO DO INTERESSE PELA HISTÓRIA BRASILEIRA E PORTUGUESA | Rafael Nogueira

 
OLAVO DE CARVALHO E O SEU CONTRIBUTO PARA A RECUPERAÇÃO DA IDEIA DE PORTUGAL NA HISTORIOGRAFIA BRASILEIRA | José Almeida

 
OLAVO DE CARVALHO COMO EXPRESSÃO (IM)PREVISTA DO GRUPO DA FILOSOFIA PORTUGUESA | Pedro Vistas

 
OLAVO DE CARVALHO E A VALIA DO FILÓSOFO QUE SABE PEDIR COM IMPERTINÊNCIA | Carlos Aurélio

 
ARISTÓTELES E A FILOSOFIA PORTUGUESA – O CONTRIBUTO DE OLAVO DE CARVALHO | Joaquim Domingues

18h15 |CONCLUSÕES
Renato Epifânio e Jaime Nogueira Pinto

18h30 | APRESENTAÇÃO DA OBRA
“ARISTÓTELES EM NOVA PERSPECTIVA”, DE OLAVO DE CARVALHO | Rodrigo Sobral Cunha.